Nestes versos tão triste que eu canto...
Só você que pode compreender...

É dum sonho que eu trago guardado do tempo passado eu não posso esquecer...

Seu retrato em minha companhia...

Só ele que pode me valer eu namoro com outra mas contra a vontade...

Mas pra confessar a verdade...
Só vou te esquecer...
Depois que morrer...

Se deito na cama não durmo...
Tenho fome e não posso comer...

Se durmo eu sonho contigo parece um castigo minha vida é sofrer...

Quando acordo me vejo sozinho...

Eu espero o dia amanhecer passo a mão na viola e saio pro terreiro...

Todo dia eu canto primeiro...
Esta valsa-canção...
Que eu fiz pra você...

Que desprezo você me dá...
Você não tem dó de quem quer te amar...

Não faz mal...
Não faz mal...

Algum dia hei de te ver chorar...

Certo dia passando na rua...
De repente uma voz me chamou...

Dei meu nome neste momento pro seu casamento ela me convidou...

Respondi com meu peito magoado...

Fiz de tudo mas nada adiantou vou levar a minha vida cantando e bebendo...

Pouco a pouco eu vou morrendo...
E você vai vivendo com seu novo amor...

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.