Cântico de Maria

Sonete

Tú ja foste indefesa criança
Não consigo entender
Como pude tormar-te em meu braços e envolver o Teu ser?
Quantas vezes ouvi o Teu choro,a pedir pão e leite,consolo
Caricias pra tudo de alguem e até pra dormires tambem
Um balanço e a minha voz para Te ninar

Teu primeiros passinhos e quedas
Com orgulho segui
Ensaiaste as primeiras palavras
Que entender,eu finge
Brincadeiras sem mal de menino
Quantas vezes me deixaram rindo
Em altura e graça cresceu
Tão bonito e viril se tornou
Tudo tão depressa que eu não percebi

Coro:
Mas ao olhar o presente eu vejo as multidões te seguindo
Buscando paz,esperança e consolo
Que exitem tuas palavras
O Teu poder cessa fúria do mar
E enfermidades se vão
Quando ordenas se vão

Hoje eu entendendo as palavras do anjo
Quando Ele me disse o teu nome
Tu és a tão esperada promessa
O Deus do céu entre nós
És do Teu povo o libertador
Tú és o meu Salvador
E o cordeiro de Deus

E pensar que algum dia embaleite em meus braços

Jesus!!!

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Sonete

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não