Nós temos, de resgatar a essência que é o essencial
Orientar, denunciar, antes de mexer o ombro
Verdadeiro ou descartável, qual vai se manter atual?
E se a estrutura desabar, quem vai tá vivo nos escombros?
As mudanças rolaram, os valores se perderam
Muitos esqueceram das verdadeiras razões
Os revoltos protestaram, alguns se renderam
Ao se renderem se calaram, perdendo as convicções
Acredito no que eu faço, acredito no que vivo
Bato de frente ás mudanças, não morro no coliseu
O dinheiro dita as regras, mas eu sou combativo
Por isso que me guia nunca deixou de ser eu
Tudo mudou, é muita conversa e pouca ação
Hoje em dia, é menos construção e mais destroços
Hoje em dia, é menos amor e mais cifrão
Hoje em dia, é menos rap e mais negócios
As mudanças ocorreram, o brilho no olhar se perdeu
A segurança engoliu quem antes vivia o momento
Os sonhos mudam, mas eu continuo atrás dos meus
O ocorrer das mudanças é o fruto do passar do tempo
Tento ouvir e absorver o que me interessa
Sempre enxergar as reais verdades com clareza
Incertezas, não, pra mim são só promessas
Caminhos, que sejam incertos, mas eu tenho minhas certezas
Não somos, a espécie mais forte entre os animais
Falta de força é compensada quando, a mente capta
Rapidamente a consequência que a mudança trás
Evolução. Pois somos a que, melhor se adapta às
As mudanças, vem pra nos fazer evoluir
Junto às mudanças, um novo desafio vem á tona
Sei que o ser humano sempre tende á resistir
Às mudanças, mas quem não se adapta beija a lona
Não se, pode domá-las precisamos encará-las
Algumas, mudam de fato, outras servem pra mostrar
Que você pode lidar com elas, mas nunca evitá-las
Nada entre o céu e a Terra podem as fazer parar
Temos de ter, discernimento pra saber
Se a tal mudança almejada vai realmente acontecer
Ou se vamos esperar até o fim da vida
Pensando que o que queremos ainda vai ocorrer
Hoje eu posso entender, tudo tem um motivo
Nada, é por acaso até o descaso de alguém
Que não crê, que meu progresso é gradativo
Mas o tempo, mostra a real de quem é quem
Eu nunca sou maleável. Aos subversivos poder
Como tem que ser, já que a democracia é inviável?
Minha fé: intocável. Integridade: inviolável
Eu me adapto ás mudanças, sem me corromper
Mas hoje eu posso entender, tudo um dia passa
Tudo tem sua hora e eu preciso ser paciente
Mesmo que o que passou seja, graça ou desgraça
As mudanças continuam, tudo agora é diferente
Tudo o que passou foi bom, o ontem virou agora
Mudanças, passo por elas não posso jogar a toalha
Sinto-as ocorrendo, a todo dia, a toda hora
Os mourão da cerca antiga hoje é alicerce da nova muralha
As mudanças, vem pra nos fazer evoluir
Junto às mudanças, um novo desafio vem á tona
Sei que o ser humano sempre tende á resistir
Às mudanças, mas quem não se adapta beija a lona
Matrero Records, 2012

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Síntese

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não