A Bagaceira

Siba E Fuloresta

Pode acabar-se o mundo
Que eu vou brincar carnaval

Dei uma pirueta
Pulei do portão pra fora
Depois soltei meu grito
Rachou se tora
Na rua eu faço passo
Da canela fazer nó
Se o sapato der calo
Pulo de uma perna só

E avise ao pessoal
Que eu não estou normal

Pode acabar-se o mundo
que eu vou brincar carnaval

Não quero fantasia
Vou me vestir como der
Num dia eu melo a cara
O outro eu vou de mulher
Pra enganar a fome
Não quero espeto da praça
Dou um chupão no Gellys
E o tira-gosto é cachaça

Eu não fico legal
Com água mineral

Pode acabar-se o mundo
que eu vou brincar carnaval

Já no primeiro gole
Vou ficando carrancudo
Viro um bebo valente
E não aguenta cascudo
Chama'ro um camburão
Pra acabar com a brincadeira
Porém, só não adianta
Me prender na quarta-feira

Senhor policial,
Reserve um chá de cal

Pode acabar-se o mundo
que eu vou brincar carnaval

No fim da bagaceira
Minha vista escureceu
Se alguém souber meu nome
Diga pra mim, quem sou eu
Vou dormir na calçada
Abraçado a um cachorro
Pra uma alma cebosa
Me levar carteira e gorro

E ainda se dar mal
Pois não tenho um real

Pode acabar-se o mundo
que eu vou brincar carnaval

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Siba E Fuloresta

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não