Filho Pródigo

Sérgio Lopes

O mundo me deu flores quando lá cheguei
Todos os prazeres lá eu encontrei
Não pude ver os laços e quantos embaraços me
esperavam
E me entreguei
Um dia eu acordei sem paz no coração
Jogava a própria sorte e a solidão
Lembrando do meu pai e a dor no seu olhar quando eu
parti

Eu resolvi voltar e ao seus pés me humilhar dizendo
Senhor
Não mereço teu perdão
Como o teu servo mais humilde quero ser
Teu amor só agora percebi que é a riqueza que de todas
mais preciso ter
Com ternura me abraçou, os meus erros esqueceu
E em festa meu regresso anunciou

Quem no mundo pode dar, sem recompença esperar
Uma tão marcante prova de amor

Senhor não mereço teu perdão
Como o teu servo mais humilde quero ser

Teu amor só agora percebi que á riqueza que de todas
mais preciso ter
Com ternura me abraçou os meus erros esqueceu
E em festa meu regresso anunciou

Quem no mundo pode dar sem recompensa esperar
Uma tão marcante prova de amor

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Sérgio Lopes

Rádio do Artista

Vamos afinar o Música?

Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

Participe Agora não