Todas as Manhãs

Roberto Carlos

Intro: E E7+ E6 E7+ E E7+ E6 E7+

E E7+ E6 E7+
Todas as manhãs quando eu acordo eu me lembro de você
E E7+ B
Todos os momentos do meu dia não consigo te esquecer
F#m B
Diga meu amor o que é que eu faço,
E C#m F#m B
Pra não me lembrar do seu abraço, eu preciso te esquecer
E A E7+ E6 E7+
Entro no meu carro e ligo o rádio e uma canção que traz você
E E7+ B
Tudo que eu vejo de bonito se parece com você
F#m B
Diga meu amor o que que eu faço
E C#m F#m B
Eu preciso arrebentar de vez os laços que me prendem a você

E G#m
Chuva fina no meu para-brisa, vento de saudade no meu peito
A B E
Visibilidade distorcida, pela lágrima caída pela dor da solidão
G#m
E a chuva no meu pára-brisa vento de saudade no meu peito
A B E C#m A F#m B
Visibilidade distorcida pela lágrima caída pela dor da solidão

E E7+ E6 E7+
Sempre nos lugares onde eu vou alguém pergunta de você
E E7+ B
Paro num sinal e olho a rua na esperança de te ver
F#m B
Diga meu amor o que que eu faço
E C#m F#m B
Tudo faz lembrar você por onde eu passo eu preciso te esquecer

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Roberto Carlos

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não