Eu quero ver

Rael da Rima

Eu quero ver, o que vai fazer, quando a gente chegar lá.
E vou vencer,igual você, que não quis ajudar.

Eu quero ver, quando a gente chegar lá, como é que vai ser, se vai se doer, se vai tremer ou dizer: e, aê?
Se vai babar ou vai sair,se vai vaiar ou vai curtir, se vai dançar ou vai fingir, se vai zoar ou aplaudir.
Que vai fazer, quando nosso som bater forte no baile, eu sei que você sabe, o time é do loko e invade.
O que você não sabe é o que eu sei e nunca saberá, se pá só vai saber...quando a gente chegar lá.
E vou vencer, com ou sem você, fazendo a arte na humildade com coragem e proceder. hehehehe...
Ta rindo do que? por que? pra quem? eu tô no corre faz mó cota e você diz que eu não sou ninguém.
Igual você, eu tô a vonts, tô di boa, eu sou o que eu sou e o meu som pelo box soa.
Não tô à toa, tô na cena pra brilhar,não sou tipo você...que não quis ajudar.

Então que seja assim, seja como for, seja sincero,pode ser que seja: como eu quero.
Que seja como deus quiser, pois sei que tamo junto: de no que de, pois é, então escuta!
Do time do loco mais um rimador filha da puta, das puta que segue a minha luta, muita calma.
Eu vou vencer igual você que queria minha alma, então se afasta: que eu quero ver.
Time do loco é fumaça no rolê, e eu vou vencer.
Olha nós na ativa, na cabeça ativa, mesmo que não te sirva, time do loco é a firma.
Liga, liga a rapa: o erimar, o brunão, o guiga, liga a rapa, então se quer faça, gozolandia não é de graça.
Amigo, eu digo, mas aí, tamo envolvido.

Eu quero ver, o que vai fazer, quando a gente chegar lá.
E vou vencer,igual você, que não quis ajudar.

Eu quero ver se serei e vou ser igual você, difícil é dizer o que esta pra acontecer.
Mais aê, valeu torcer quero ver você crescer, ô pré, sem maldade, assim como tem que ser.
Eu quero ver se vou conseguir... ô, suprir a pressão sem me reprimir... ô.
Saber me expor sem me inibir... ô, os meus irmãos quero sempre aqui.
É isso mesmo, fim do desespero, fim do sofrimento, é isso mesmo a busca de um sonho mesmo que chegue lento.
É isso mesmo sujeito a testes e tendo que provar,o que, pra quem, se um de nós um dia vai falhar.
Com que se importa, truta? olha pra mim o que te incomoda? meu jeito, a luta, a moda ,a puta, o homem ou a obra?
O que você opina tanto vale quanto tem, procure em sua volta, perfeito e não vê ninguém

Meu potencial é maior que o espaço, que me deram, os jou, que cola no show, tá ligado que faço, e consideram.
O meu cenário, que a rima e meu trabalho, que rolam os comentários, que o som tá do caralho.
Extraordinário, rael da rima, apolo, dodiman, massao e m.sário.
Que bom saber que não estou sozinho, que chego a onde quero, mas não guardo o caminho.
Que pra sair do zero só falta um passinho, que quero, mas não quero, esperar um pouquinho.
Que demorar tiozinho, tá chegando, se não nós então quem, se não agora então quando.
Eu vou, eu vou poder chegar lá e mostrar, que estamos ai mandando brasa,
Mó cara, eu e os cara, mó barra, não para, sem mala, simbora, que agora é a hora. que eu quero ver.

Não sei se você sabe, o que meda coragem e dom.
Que não ficou em vão, por causa dos irmão, firmezão que me aplaude.
Empolgadão, agitando de verdade o show, mó satisfação cumpadri.
Sinceridade, sem falsidade, sangue bom de amizade e consideração.
É de coração que canto na base, na frase que mando um salve pros lokão.
Que na humildade, não tem maquiagem, escuta minha mensagem numa puta emoção.
Pra reflexão, do povão na desvantagem jogadão na margem.
Eu quero ver coragem, faça a sua farte, com dignidade sem maldade no mundão, vai djou...

Eu quero ver, o que vai fazer, quando a gente chegar lá.
E vou vencer,igual você, que não quis ajudar.

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.