Crime Vai e Vem

Racionais Mc's

-o mano,cê viu o tanto de polícia que tem na área ai mano?
-é,então,ta embaçado o morro certo mano?então,no fim de ano ir pra cadeia não vira...ó quem ta chegando ai irmão...
-e ai cláudio,firmeza?
-e ai,firmeza família?como é que ta o morro?
-então,o morro ta daquele jeito,certo mano?então tem que ficar ligeiro,porque ta cheio de polícia,cheio de ganso.
-então ai,to descabelado mano,vim pra me levantar de novo.
-então,vamo cola ae?

Ta vendo aquele truta parado ali;

Bolando idéia com os mano na esquina;
É envolvido com crack,maconha e cocaina;
Tirou cadeia,cumpriu a sua cota;
Pagou o que devia mas agora ele ta de volta;
Saudades da quebrada,da familia;
Coração amargurado pelo tempo perdido na ilha;
Se levantar agora é só,nada mais importa;
Louco é mato,ta cheio no morro não falta;
Esses anos aguardou paciente;
O limite é uma fronteira criada só pela mente;
Conta com o que ficou e não com o que perdeu;
Quem vive do passado é memória,museu;
Dinheiro,segredo,palavra-chave;
Manipula o mundo e articula a verdade;
Compra o silêncio,monta a milícia;
Paga o sossego,compra a política;
Aos olhos da sociedade é mais um bandido;
E a bandidagem paga o preço pela vida;
Vida entre o ódio,a traição e o respeito;
Entre a bala na agulha e a faca cravada no peito;
Daquele jeito;
Ninguém ali brinca com fogo;
Perdedor não entra nesse jogo;
É como num tabuleiro de xadrez;
Xeque-mate,vida ou morte;
1,2,3,vê direito;
Para,pensa,nada a perder;
O réu acusado já foi programado pra morrer;
Quem se habilita a debate (pode crer);
Quem cai na rede é peixe,não tem pra onde correr;

(refrão)
O crime vai,o crime vem;
A quebrada ta normal e eu tô também;
O movimento da dinheiro sem problema;
O consumo ta em alta como manda o sistema;
O crime vai,o crime vem;
A quebrada ta normal e eu to também;
Onde há fogo; a fumaça;
Onde chega a droga é inevitavel,embaça;

Eu tô aqui com uma nove na mão;
Cercado de droga e muita disposição,ladrão;
Fui rotulado pela sociedade;
Um passo a mais pra ficar na criminalidade;
O meu cotidiano é um teste de sobrevivencia;
Já to na vida,então,paciencia;
Pra cadeia não quero,não volto nunca mais;
Ae truta,se for pra ser,eu quero é mais;
Aqui é mó covil,ninho de serpentes;
Tem que ser louco pra vim bater de frente;
Minha coroa não pode passar veneno;
Já é velha e meu moleque ainda é

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.