Tão Moleque

Projota

Eu sou tão moleque
Que me impressiono como alguém pode ser tão moleque
Meu monte de erros quase me fizeram te perder
Mas, esses mesmos erros me trouxeram até você
Eu ia embora e nem fui, me esqueci de te levar
Meu saco de vacilos um dia ia derramar
Mas quando chover me diz que vai passar
A vida e uma estrada, então me deixa te levar pra caminhar

Se São Paulo faz frio, eu sou teu cobertor
Se te levo pro Rio, eu sou teu redentor
Sei que muitos te querem, mas sou guerreiro e acordo às 6
Quem quisesse que chegasse primeiro
Eu nem sei se te mereço
Mas quero dividir contigo o meu sobrenome, meu endereço
Será que você me aceita?
Porque se eu sou a rima, você é a tal batida perfeita

E eu pago pra ver, eu pago pra ver
Onde o nosso barco ancorar, vou descer
A vida é um espaço de tempo pra se perder
Vou me sentir ganhando se eu perder meu tempo com você
Antes era eu, agora é nóiz
Eu só ouvia groselha até que eu ouvi sua voz
O tic-tac vem, o tic-tac vai
Quando você tiver filho, me permita ser o pai

Porque eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você

Eu quero te encontrar, já te procurei
Pensei no que falar, quase decorei
Corri pra ver o mar, olha de quem lembrei
Pensei em te ligar, pena que não liguei
E eu não liguei porque sou tão moleque
Que até qualquer moleque pode ver
Que eu viro homem perto de você
Sofri quando alguém me largou
Mas pude perceber
que era só pra abrir o espaço pra eu te conhecer
Prazer, meu nome é sonhador
Sobrenome Sagaz
Ou chame de Tiago como preferem meus pais
Chame de amor ou qualquer nome que você escolheu
Desde que junto da palavra você diga meu

Eu só quero uma casa e um bom quintal
Desenroscando rabiola do varal
Filme na TV, programa de casal
Efeito borboleta, bem loco esse final, hein?
Pode cobrar direito autoral, porque quando eu te vi
Você escreveu esse rap dentro de mim
Agora eu só li
Nota 10 em superação, destaque do meu desfile
Rainha da bateria do meu coração

Vão os anos, apagam os danos
Enganos, mas sempre você nos meus planos
Então fica até o Sol chegar
Que eu ligo pro Sol pra avisar que hoje ele pode demorar
Lá fora o mundo desmorona
A maldade do mundo te fez ser durona
Te amo mais do que me amo, sei que é cafona
O amor é uma viagem, valeu pela carona

Porque eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você
Eu não sou nada, sem você

Eu quero te encontrar, já te procurei
Pensei no que falar, quase decorei
Corri pra ver o mar, olha de quem lembrei
Pensei em te ligar, pena que não liguei
E eu não liguei porque sou tão moleque
Sei lá...

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.