Um par de dias sem ti é o desespero total
Tenho uma estranha obsessão pelo teu lado intelectual
Quando te vejo na mão de outros fico fora de mim
Penso: agora é que é, desta vez vai ser o fim
Mas não consigo, podes até me chamar doentio
Esperei por ti dias a fio, à chuva e ao frio
Cruzei-me contigo, falaste-me ao ouvido
Mas não me falaste das saudades que não tinhas sentido
Eu devia ter percebido, és uma mulher interessante
Os homens fazem fila quando cruzas extravagante
Eu não tinha meios para te dar a vida que merecias
Arranjei um trabalho mas quando chegava, tu saías
Raramente estávamos juntos ou tínhamos uma conversa
Éramos ambos fragmentos duma relação dispersa
Decidimos dar o tempo e cada um foi para seu lado
E vendo agora de fora, até que não foi mal pensado

I only know that I am better where you are
(Quero-te música)
I only know that I belong where you are
(Quero-te música)

Passados 2 anos, a chama voltou de novo
Voltámos a sair, voltei a tocar o teu corpo
Recordámos o que passámos, bebemos, fumámos
Noite dentro conversámos, sorrimos e chorámos
Jurámos amor eterno numa tarde de Inverno
Desde então não te larguei nem um único milésimo de segundo
Levaste-me a viajar e a conhecer o mundo
Mostraste-me o superficial e o mais profundo
Ensinaste-me a vestir a pele do meu semelhante
Abraçaste-me com força de uma forma apaixonante
Fazes de mim as fantasias, prazer dos teus dias
E do prazer dos teus dias nascem minhas fantasias
Sabias que sentias quando eu te confessava
Declamava-te poesia, parecia que o tempo parava.
Tivemos momentos baixos, tivemos momentos altos,
Como em todas as relações: discussões, sobressaltos.

I only know that I am better where you are
(Quero-te música)
I only know that I belong where you are
(Quero-te música)

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.