O Último Julgamento

Marco Brasil

Senta aqui nesse banco, pertinho de Mim, vamos conversar.
Será que você tem coragem de olhar nos meus olhos, de Me encarar?
Agora chegou sua hora, chegou sua vez, você vai pagar.
Eu sou a própria verdade, chegou o momento, Eu vou te julgar.

Pedi pra você não matar nem para roubar, roubou e matou.
Pedi pra você agasalhar a quem tem frio, você não agasalhou.
Pedi para não levantar falso testemunho, você levantou.
A vida de muitos coitados você destruiu, você arrasou.

Meu Pai te deu inteligência para salvar vidas, você não salvou.
Ao invés de curar os enfermos, armas nucleares você fabricou.
Usando sua capacidade, você destruiu, você se condenou.
A sua ganância foi tanta que a você mesmo você exterminou.

O avião que você inventou foi para levar a paz e a esperança.
Não pra matar seus irmãos nem para jogar bombas nas minhas crianças.
Foi você quem causou essa guerra, destruiu a terra e seus ancestrais.
Você é chamado de homem mas é o pior dos animais.

Agora que está acabado pra sempre vou ver se você é culpado ou inocente.
Você é um monstro covarde e profano, é um grão de areia frente a um oceano.
Seu ouro falou, você tudo comprou. Pisou os Mandamentos que a Lei Santa ensinou.
A Mim você não compra com o dinheiro seu. Eu sou Jesus Cristo, o filho de Deus.

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.