Homenagem A Kara Véia

Mano Walter

Homenagem a Kara Véia

Em 27 de março do ano 2004
Aconteceu uma tragedia
Veja como foi o fato
Surgiu uma tristonha ideia do amigo Kara Véia
Praticar um triste ato

Quando a noticia se deu
Em radio e televisão
Que Kara Véia se matou
Com as suas proprias mãos
O povo não acreditou
Que aquele grande cantor
Se acabou sem precisão

Chã Preta terra querida onde nasceu e cresceu
Onde fez a sua vida
Seus primeiros passos deu
Hoje chora despedida
Por ter perdido a vida
Desse grande filho seu

A sua familia chora
Seu pai lamenta demais
Porque estava com seu filho
Aos instantes atrás
Mas quando ele se virou
Kara Véia acenou
E deu adeus a nunca mais

Partiu deixando saudade
A vaquerama amiga
Ele disce perguntando
O motivo da partida
Só Deus e ele é quem sabe
O que levou na verdade
A tirar a propria vida

Saiu do nosso conviviu
E para nunca mais
Cantou e alegrou o povo
E mostrou todo o seu cartaz
Esta cantando no céu
E recebeu o troféu como perdão
do grande pai

Aqui termino a tuada
De um vaqueiro
Que povo conhecia
Por esse pais enteiro
Gravou um filho sem sorte
Pra ele restou a morte
Como pé de umbuzeiro.

Gravou um filho sem sorte
Pra ele restou a morte
Como pé de umbuzeiro.

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Mano Walter

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não