Cruz e Sangue

Gospel

Cruz e sangue, sangue e cruz
Mesmo que você não creia por você morreu jesus
Cruz e sangue, sangue e cruz
Como versou eclesiastes o meu verso prega a luz

Eu vi, que nessa vida não é de graça a vitória
Eu sei que enquanto muitos vêem o mal eu vejo a glória
Pois, eu sei que ar que eu respiro não é de graça
Eu vejo cruz e sangue, morte e vida e força e raça
Não tem nada a ver com papo de religião
Não, não, tem nada a ver com o que tem na televisão
Eu vi um príncipe que sem ter medo se entregou
Eu cri, nessa palavra e a palavra me salvou
Eu sou, maluco eu sou, porque creio no que não vi
Porque, a minha vida hoje é vida escuta ai
Meu rei, mais corajoso que os heróis de bang bang
Minha vida foi salva lá na cruz, com muito sangue
Nas ruas da cidade o que vale é ter dinheiro
Da licença aqui mas meu valor ta no madeiro
Teus ouros e teus euros e teus drinks não me compram
Eu sou constituído de peças que não desmontam

Refrão:
Cruz e sangue, sangue e cruz
Mesmo que você não creia por você morreu jesus
Cruz e sangue, sangue e cruz
Como versou eclesiastes o meu verso prega a luz

Pela cruz o perdão, pelo sangue a redenção
Pela dor de um inocente encontrei a salvação
Ação de uma canção, ou toda boa ação
Se entregasse minha vida ou doasse um milhão
Não chegaria perto do preço que na cruz foi pago
Muito sangue derramado, pra que eu fosse perdoado
O castigo que nos traz a paz, quando foi pago
Julgado como maldito e por ele inocentado
No mundo perdido onde se vale o que tem
Por dinheiro ainda se mata e não confia em ninguém
A entrada em jerusalém, a cruz, coroa, açoite
Me faz ser alguém melhor mesmo no mundo hoje
Eu vejo o sangue de jesus na beleza de uma flor
Eu vejo uma cruz vazia em cada ato de amor
Amor é o que eu sinto quando eu penso no madeiro
Penso e lembro que minha vida vale mais que o mundo inteiro

Cruz e sangue, sangue e cruz
Mesmo que você não creia por você morreu jesus
Cruz e sangue, sangue e cruz
Como versou eclesiastes o meu verso prega a luz

Cruz e sangue, a glória da caminhada
A redenção conquistada com sangue, suor e lágrimas
Vejo a ingratidão que escreve os versos da vida
O homem que clama misericórdia e de contrapartida
Despreza o amor ao semelhante
Cifrão, diante dos seus olhos é o gigante
Sofrer como antes, nem ser lembrado
No egito perseguido, na babilônia escravo
Açoites, não silenciaram o redentor
Que por amor a nós suportou toda dor
Pecador, o tentador é o isqueiro
Nos desertos, quem é, não vem pros sãos, sim pros enfermos
O mar vermelho, na pregação do pastor
Me faz lembrar, tatão, ainda não acabou
Clama a mim, muita seara, pouco seifeiro
Só vai entrar quem é no reino, os verdadeiros

Cruz e sangue, sangue e cruz
Mesmo que você não creia por você morreu jesus
Cruz e sangue, sangue e cruz
Como versou eclesiastes o meu verso prega a luz

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Gospel

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não