Aperte o Play

Ensano

Aperte o play

(Refrão)
Aperte o start, Aperte o Play
Recomeça tudo de uma vez
Obsessão todo mundo tem
Mais agora é só no vai e vem

Verso 1
Estou pirando estou me sentido isolado
Ás vezes acho que a minha vida está pra baixo
É como meu coração fosse perfurado
E como se tudo e todos a sua volta fossem de plástico
O tanto que eu tombei, o tanto que eu levantei
Nem por isso eu nunca desandei
Vendo o jogo e o veneno das ruas
Olhos de tigres de malandrões e putas
Quero que se foda todo esse inferno
A promiscuidade e safadeza eu atropelo
Eu sou um guerreiro extremamente treinado
Podem me nocautear e metralhar que eu nunca caio
Minha corrente brilha. Ela reflete a luz.
Nessa vida é Deus que me conduz
Rimas assassinas pra tremer o chão
Salve a todos rappers estamos na missão

Verso2
Se todos lutassem pra mudar o país
Se todos lutassem por um dia mais feliz
Sem droga, corrupção,trafico e morte
Se precisar me defender eu preparo a porra da Glock
Ninguém ta mais em paz o crime ta dominando
Até as novinhas já estão se drogando
Valores sociais não valem mais nada
Tão matando até mendigos com socos e pauladas
O profissional não é mais respeitado
O nome criança já é coisa do passado
Por onde passo, vejo pilantras pagando de Colômbia
Insano fala na lata e não é a toa
Eu sou a favor da paz, amor e harmonia
Meu plano é ambicioso estou enxergando a mil milhas
Jesus foi crucificado mais ficou em pé até o final
Ele pregou o bem mais só predominava o mal

Verso3
O mal parece persistir e parece não ter fim
Mundo desgraçado, não quero isso pra mim
Mais já que to aqui eu tenho que vencer
Então o que vai ser, nada vai me deter
Lro LG ins q, e vai ser assim até eu morrer
Representar como se fosse o dia o D
Revolucionário tipo Che Guevara
A dor vem mais logo ela passa
Pra todo mal existe uma cura
Mais parece que tem alguma, coisa quem sempre nos pendura
Que nos esfaqueia e te joga contra o muro
e mantém sua voz calada e te mantém no escuro
Eu não quero guerra, mais to sempre pronto pra ela
A conseqüência dos meus atos me põe em baixo da terra

Verso4
A vida é tipo um relógio sem ponteiro
Tic tac tac quem corre sempre chega primeiro
Sou que nem o Spartacus lutando pela liberdade
Tenho que ser rápido antes que seja tarde
Não sou equivocado, mais viver não é uma fábula
Lágrimas, mágoas tento associar a uma parábola
Eu tenho que cuspir toda essa merda em cada folha
Pro meu cérebro não fritar e eu não entrar em coma

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Ensano

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não