(Refrão)
Meu amigo bate-esteira
Companheiro de estrada
Sempre fomos bons parceiros
Nessa longa caminhada
Sinto que está tão distante
Já não prosa mais comigo
Mais eu preciso saber o que se passa contigo.

Se te fiz algo de errado
Diga não mim esconda nada
Eu não te troco meu amigo
Por um boi nem uma boiada
Somos amigos de cachaça
De botar o boi no chão
Eu te chamo de amigo
Mas te tenho como um irmão
Se foi algum rabo de saia que de mim se aproximou
Mim desculpa meu amigo eu não sabia que era seu amor
Pois novilha e pé de morão
É muito fácil encontrar
Mas um amigo como você sei que nunca vou achar
Tudo que eu conquistei nessa vida de vaqueiro
Pois bem eu agradeço a Deus
Depois você que é meu parceiro
Você sempre está comigo nunca mim abandonou
Mim perdoa meu amigo se fiz algo que te magoou.

Oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh

Quando o boi sai do jiqui eu já saio em disparada
E você emparelhado pra mim entregar de mão beijada
Mim passa o rabo do boi com bastante precisão
O locutor logo anuncia: valeu o boi é campeão
E são esses os momentos
Que carrego na memória
Eu espero que você
Não acabe a nossa história
Sei que está muito sentido
Mas não pense que te dei rasteira
Essas coisas acontecem meu amigo bate-esteira

Oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh,oh (2X)

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Danielzinho e Forrozão Quarto de Milha

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não