Milagres

Dalvinha

Eu quero ver qual a doença que resiste
Ao meu Deus que é sem limites?
Quando cura, cura e faz!
Faz o milagre e vai além da medicina,
Com toda a unção divina, esse meu Deus é de mais.
De boca aberta fica até o cientista,
Eu quero ver quem explica a cura de Naamã!
Que mergulhou no rio Sul sete vezes,
Doente a vários meses, sua pele ficou sã.

Tantos milagres que dá até pra escrever um livro
Só de milagres incríveis que não têm explicação!
São tantas curas, tantos fatos tão marcantes
É machado flutuante, é a força de Sansão!
É o gigante derrubado por menino,
É o peixe submarino, é cajado de Moisés que abriu o mar!
E a capa de Eliseu, são milagres do meu Deus
E as maravilhas que Ele faz.

Havia um homem que era cego de nascença,
Mas ouviu que a presença de Jesus estava ali
Gritou bem alto: Jesus Cristo, Nazareno,
Sei que não estou te vendo, mas tem compaixão de mim!
Jesus ordena, traga o cego depressa,
O que queres que eu te faça? Foi assim que perguntou
Eu quero ver, disse o cego na hora
Jesus disse: Vê agora! E o cego enxergou.

São milagres do meu Deus
E as maravilhas que Ele faz.

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Dalvinha

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não