Valsa de Realejo

Clara Nunes

Todos estão pelo salão, amor
E essa canção ninguém descobre de onde vem
Me dê a mão
Vamos dançar também

De coração aberto a gente faz projeto, amor
A gente escolhe um rumo pro nosso desejo
Mas nem tudo dá certo
O tempo é o mal secreto, amor
Ele brinca nos caminhos com nosso cortejo

A morte está por perto
O tempo é o objeto, amor
E ela é quem nos dará o derradeiro beijo
Mas morrendo o poeta a música prossegue, amor
Pois é a mão de Deus que movimenta o realejo

Todos são dançarinos na sala do destino, amor
São pares que volteiam juntos
Mas jamais se cruzam
Pois não têm domínio

É um moto-contínuo
Viver é que é valsar
A valsa é que é o fascínio
Pelo que vejo você não está dançando, amor
O realejo está tocando, amor.

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.