Rasga Mortalha

Cheol

Como o grito de um
Fantasma amaldiçoado
Seu canto ecoa longe
Nas noites mágicas

Para o terror e espanto
Dos tolos querubins
Rasga mortalha
Cruzando o infinito...

Rasga mortalha
Passaro maldito
Rasga mortalha
Cruzando infinito...

Cruzando os céus
Triste e solitária
A predadora noturna
Se torna pária
Se torna infame
Ela trás, nas asas
O peso das pragas do mundo
Que a condenou
Oh, passaro noturno
Que a sorte abandonou
E a noite abraçou...

Seu disco fácil
Esconde suas pedras negras
Alguns vêem nestes ônix
Os olhos do demônios
Mas eu...

"Vejo as cores da morte em sua face tão bela
E nem a mais bela consorte
Fascinam, hipnotiza, como ela"

Para o terror e espanto dos tolos Querubins
Rasga mortalha nas noites sem fim
E o inverno escuro se torna a bela
Primavera e ela na pela da megera...

Cruzando os céus
Triste e solitária
A predadora noturna
Se torna pária
Se torna infame
Ela trás, nas asas
O peso das pragas do mundo
Que a condenou
Oh, passaro noturno
Que a sorte abandonou
E a noite abraçou...

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Cheol

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não