Farrapo Humano

Cássia Eller

Eu canto, suplico, lastimo, não vivo contigo
Sou santo, sou franco, enquanto não caio não brigo
Me amarre, me encarne na sua,
mas eu estou pra estourar, estourar

Eu choro tanto me escondo e não digo
viro farrapo, tento suicidio
com caco de telha ou caco de vidro
com caco de telha ou caco de vidro

Só falo na certo repleta de felicidade
Me calo ouvindo o seu nome por entre a cidade
Não choro, só zango, resisto, fico no lugar, no lugar

Eu choro tanto me escondo e não digo
viro farrapo, tento suicidio
com caco de telha ou caco de vidro
e da melhor maneira possível
com caco de telha ou caco de vidro

Estou muito acabado e tão abatido
minha companheira que venha comigo
pois estou pra me zangar, pra estourar,
pra me acabar, o que que há?

Eu choro tanto me escondo e não digo
viro farrapo, tento suicidio
com caco de telha ou caco de vidro
e da melhor maneira possível
com caco de telha ou caco de vidro

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Cássia Eller

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não