É... Comunidade e Cavalinho....
Chegando de mansinho...
De Porto Alegre a Blumenau...
É chalaça pra geral!
Olavo é fazendeiro, rei do gado e lenhador
Casado com Suzete moça linda fina flor
Deu pra sua amada
Um presente sem igual
Uma marreca linda
Que comprou em Blumenau
Cuida bem, cuida bem
Da tua marreca
Cuida bem, cuida bem
Da tua marreca
Cuida bem, cuida bem
Da tua marreca
Vê se tu não dá ela pra ninguém
Eu vinha só falando
De calcinha e perereca
Agora vou falar
De uma marreca
Lava essa bichinha
Esfrega essa boneca
Marreca muito doida
Posa de traveca
Lava bem, lava bem,
A tua marreca...
Vê se tu não dá ela prá ninguém
A marreca é um presente
Do Olavo pra suzete
As mina no baile
Dançavam "qué bolete"
Cuidava do bichinho
Sem deixar sujeira
De Porto Alegre a Blumenau
Zoando a noite inteira
Depois de muito tempo
De Suzete separou
Deu todo dinheiro
Pobretão ele ficou
Restou a marrequinha
Que Suzete não quis dar
Olavo tão coitado
Não parava de chorar
Dá pra mim, dá pra mim
A tua marreca...
Vê se tu não dá ela pra ninguém
Cuida bem das marreca linda de Blumenau, Cavalinho,
Que a Comunidade tá chegando. Grande presença

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Banda Cavalinho

Rádio do Artista

Vamos afinar o Música?

Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

Participe Agora não