Remédio Sobrenatural

Anderson Freire

Me livra da soberba, do homem homicida
Da blasfêmia, da inveja, da prostituição
Me livra das maldades, da dissolução
Enganos e loucuras perseguem o meu coração.

O mundo está enfermo e eu preciso me cuidar
Mas não é o que entra que vai me contaminar
O perigo mora dentro do meu coração
E quando sai é um veneno pra população
Tua santidade é o antídoto pra mim
Te perder de vista é enxergar meu fim.

(( Coro ))
Vem me vacinar / Não quero ser contaminado pelo mal
Tu és o meu remédio sobrenatural
Tu és a força em minhas fraquezas
Saber das minhas incertezas Vem me vacinar
Transfere santidade pro meu coração
Com ela é tiro e queda, o mal fica no chão
E eu prossigo para o meu alvo
A minha lógica é te amar / Te adorar é minha razão.

Dá-me santidade, dá-me santidade...

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.

Veja mais Anderson Freire

Rádio do Artista

    Vamos afinar o Música?

    Estamos procurando a batida perfeita, ajude-nos a fazer o Música melhor pra você.

    Participe Agora não