Sempre quando eu chego em casa
Ela já me espera no portão
Finge que esta tranqüila
Mas eu posso ouvir seu coração
Seu olhar apreensivo quer adivinhar

Onde foi que andei
Se eu falo não acredita mas se eu não falo
Já me compliquei
Eu vivo dizendo a ela
Que o meu coração não cabe mais ninguém
Mais pelo sorriso dela
Acho que ela pensa que eu tenho um harém
É aquela velha historia de dizer que os
Homens são todos iguais
Nem ela mesmo acredita na sorte que tem

Ai já é demais

Ela é feliz mas sempre finge que não é...
Pra ela é muito importante posar de vítima
Ela é feliz e adora me ver confuso
Mas lá no fundo ela sabe
Que é a única

Gênero da música

Esta música pertence a quais gêneros? Insira ou exclua abaixo aqueles que representam melhor esta versão. Você pode relacionar até 6 gêneros a uma música.